5 Passos que você precisa fazer antes de Construir ou Reformar

Planejar uma construção ou uma reforma é uma tarefa que envolve diversos pontos que vão desde a definição do terreno, o levantamento da mão de obra necessária para a execução da obra até a compra dos materiais e a obtenção de todos os documentos. O planejamento é o grande responsável por garantir que as obras sejam finalizadas dentro do prazo, que o custo da construção fique dentro do orçamento com a qualidade esperada e não cause surpresas no final. Para ajudá-lo, listamos a seguir os 5 principais passos que você precisa fazer antes de iniciar uma obra:

1. Busque um especialista

Esse é um dos passos mais importante na hora de construir ou reformar. Antes de qualquer coisa, você deve consultar um especialista: um arquiteto ou um engenheiro civil. Você pode ter várias ideias na cabeça, mas eles possuem o conhecimento técnico, além da capacidade de lhe ajudar naquilo que você quiser e precisar. Busque um que seja da sua confiança, que possa lhe ajudar a executar as suas ideias.

Contratar profissionais qualificados e confiáveis fará toda a diferença e, com certeza, evitará muitas dores de cabeça. É provável sim fazer uma reforma sem o auxílio de um profissional da área, contudo se você não tem experiência e nem tempo para se dedicar, o profissional escolhido se tornará o melhor custo-benefício para a realização da sua tão esperada reformar.

2. Escolha o terreno com cuidado

Se você está buscando um terreno ideal para sua construção, não basta escolher um espaço apenas pela localização e tamanho. Após encontrar um terreno interessante, é fundamental que você vá até a prefeitura da cidade e solicite detalhes sobre a área, como: qual o tipo de construção é permitida ali, se o espaço não faz parte de reserva ambiental e se não se trata de espaço em processo de desapropriação.

Além disso, veja se o imposto territorial está atualizado, pois, se não estiver, é importante negociar este valor na compra do lugar. Seja cuidadoso na hora de escolher seu terreno, avaliando se este não é considerado área de risco ou contém algum problema que possa ameaçar sua futura construção. Só depois disso, feche negócio!

3. Atente para a documentação necessária para construir

Cada cidade tem suas próprias diretrizes na construção de imóveis. Entretanto, é imprescindível que você verifique a documentação necessária antes de iniciar a obra, pois é ilegal começar a construir sem ter, antes disso, um alvará de licença de obras. Começar da maneira errada, sem verificar a burocracia legal, pode trazer péssimas surpresas no futuro, incluindo uma notificação de demolição. Por isso, conheça a lei para construções da sua região e encaminhe o projeto de arquitetura para aprovação na secretaria de obras da prefeitura.

Com esta aprovação e com o alvará de construção, você ainda precisará da Anotação de Responsabilidade Técnica, do Cadastro Específico do INSS (CEI) e de documentos especiais que variam de caso para caso. Se você não se sente apto para verificar toda a documentação, contrate um profissional (arquiteto ou engenheiro) para auxiliá-lo.

4. Estabeleça um orçamento

Este ponto é essencial para o desenvolvimento do trabalho. Se desde o início você souber com o quanto poderá contar, o projeto poderá ser adaptado às suas circunstâncias. Defina e orce tudo antes de começar, e esteja atento nos prazos de entrega com isso saberá a antecedência necessária para comprar cada coisa. Alguns desses descuidos na fase de orçamento vão fazer a obra custar bem mais que o planejado, e muitas vezes mais do que você tinha para gastar. Através do orçamento detalhado, antes de começar a obra você já pode avaliar como enxugá-lo até ficar dentro do seu bolso.

5. Mão de Obra

Uma das coisas mais difíceis em uma obra é a discórdia. Programar uma coisa e depois descobrir que algo diferente foi feito, ou então se deparar com cobranças inesperadas no final da obra. A forma mais eficaz de prevenir-se desse tipo de acontecimento, é formalizar tudo por escrito, definir o que será feito e quais são os prazos.

Não se acanhe em passar para o papel tudo o que vai sendo combinado com os fornecedores, principalmente os de mão de obra. Essa é a forma para garantir seus direitos caso apareça algum imprevisto. Em geral, se contrata mão de obra por empreitada, isto é, um valor fixo estabelecido por um certo lote de serviços. Mas em situações especiais pode-se contratar por preço unitário ou por dia, sendo neste caso altamente recomendável que o proprietário contrate um engenheiro ou arquiteto especializado em obras para assessorá-lo, pois o custo da obra pode fugir totalmente de controle.

Seguindo os passos acima você terá tranquilidade, qualidade e tudo dentro do seu orçamento.

Boa sorte!

Saiba Mais >

Endereço

Rua Rui Barbosa, nº 710, Centro, UFRB, antigo prédio do CETEC, Cruz das Almas – BA, CEP 44380-000

ConstruREC - Infojr UFBA